Educação: cidade de Campinas cai 18 posições

Campinas caiu 18 posições no ranking de escolaridade do Índice Paulista de Responsabilidade Social, divulgado ontem pela Fundação Seade, em parceria com o Instituto do Legislativo Paulista. A cidade que estava em 477ª, em 2010, foi para 495ª, em 2012, e está abaixo da média estadual. São 645 municípios do Estado avaliados a cada dois anos.

Segundo a gerente de metodologia e estatística da Seade, Maria Paula Ferreira, os índices apontam uma melhora no número de crianças matriculadas, 90,% em idades entre 4 e 5 anos estão nas escolas, mas o que coloca a cidade em uma posição tão baixa é a medição de aprendizado.

A média de alunos do 5º ano do ensino fundamental que atingiu o nível adequado em português e matemática é de 40,8% e entre os alunos do 9º ano do ensino fundamental a média é de 19,4%.

Campinas está atualmente no Grupo 2, que contempla municípios com bons níveis de riqueza, mas que não se refletem nos indicadores sociais. Um exemplo disso, é que a cidade está em 28ª nos indicadores de riqueza e melhorou desde 2010. Na categoria de riqueza, o município tem 49 pontos, ficando acima da média estadual que é 46.

“As grandes cidades produzem muito e por isso têm uma demanda alta de políticas sociais. Campinas tem uma desigualdade interna grande e tem mais de um milhão de habitantes, fatores que geram uma complexidade maior de administração do que em uma cidade com 10 mil habitantes”, explicou Maria Paula.

O melhor índice foi em relação à mortalidade infantil, que caiu de 10,2 para 9,4. Essa medida coloca o município dentro da média ideal da Organização Mundial da Saúde. A taxa de mortalidade entre 60 a 69 anos também caiu. Apesar de recuar uma posição nesse ranking, a cidade está 5 pontos acima da média estadual com 75.

Educação: cidade cai 18 posições

Fonte: Jornal Destak / Campinas

About The Author

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *