ONU pede respeito aos direitos humanos na Catalunha; ação policial deixou 900 feridos

A Organização das Nações Unidas pediu hoje diálogo e respeito aos direitos humanos na Catalunha.

policia na Catalonia
Após o referendo de ontem (01), em que cerca de dois milhões de pessoas votaram a favor de que a Catalunha seja um estado independente da Espanha, o Alto Comissário da ONU para os Direitos Humanos Zeid Al Hussein afirmou estar muito perturbado pela violência observada no pleito.
Ele lembrou as centenas de pessoas feridas e pediu ao governo da Espanha que aceite sem demora os pedidos de especialistas relevantes dos direitos humanos da ONU para visitar o país.

E a tensão parece crescer.

Enquanto o governo catalão afirma que vai começar o processo de independência nos próximos dias, o governo espanhol declara que o referendo foi ilegal e não será levado em conta.
O governo catalão pediu a saída da Polícia Nacional e da Guarda Civil espanhola do seu território.
Para amanhã, há previsão de uma greve geral na região, em protesto pela violência que deixou quase 900 feridos.
“Brutalidade, repressão e grave violência policial” foram algumas expressões usadas hoje por Carles Puigdemont, chefe do governo catalão.
Ele disse que os cidadãos da Catalunha, após o referendo, ganharam o direito de ter um Estado independente que se constitua em forma de República.

Fonte: EBC- Agencia Nacional/02.10.17

About The Author

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *