Ponte vence de virada, em casa, o Atlético-PR por 2 a 1

Depois da derrota para o Fluminense, Macaca volta a ganhar e chega aos 16 pontos. Os dois próximos adversários são Corinthians e Palmeiras

Biro Biro, em tarde inspirada, deu o passe para os dois gols da vitória da Ponte Preta

Biro Biro, em tarde inspirada, deu o passe para os dois gols da vitória da Ponte Preta
Em tarde inspirada do atacante Biro Biro, a Ponte Preta venceu o Atlético-PR, por 2 a 1, de virada, neste domingo (28), no Estádio Moisés Lucarelli, pela nona rodada do Campeonato Brasileiro. A Macaca começou mal, mas buscou forças e reagiu em alto estilo no segundo tempo. Com 16 pontos, o time campineiro subiu para a oitava posição e agora está a apenas três pontos do líder, Sport, e a dois do G4.
Pela próxima rodada, a Macaca enfrenta o Corinthians, quinta-feira (2), na Arena Corinthians, em São Paulo. O volante Josimar poderá voltar ao time e Renato Chaves pode ser a novidade na zaga, já que Tiago Alves não correspondeu. O Furacão, que estava em terceiro lugar, caiu para a sexta posição e chegou à terceira rodada sem vencer.
Dificuldades
No jogo deste domingo, a Macaca encarou um adversário bem armado taticamente e muito veloz. Mesmo assim, não se acovardou e e jogou de igual para igual. O time visitante foi melhor durante a primeira etapa, teve 57% de posse de bola, e finalizou pelo menos seis vezes com chance de gol.
Neste momento, o goleiro Marcelo Lomba se destacou fazendo defesas importantes. Mesmo sofrendo para acompanhar Nikão e companhia, a Ponte conseguiu encerrar a primeira parte da partida com um valioso empate.
Gols
Nikão, que passou pela Ponte em 2013, marcou um belo gol. Aos 27′, depois que Eduardo fez boa jogada pela direita e cruzou, o camisa 11 pegou de primeira. Dentro da área, ele acertou o canto rasteiro do goleiro Marcelo Lomba, que nada podia fazer: 1 a 0.
Antes mesmo de sentir o golpe, a Macaca se lançou ao ataque e já conseguiu o empate. Aos 29′, Biro Biro recebeu a bola na entrada da área. Ele fez passe de qualidade para Renato Cajá, que bateu cruzado, de canhota. Natanael se atrapalhou na tentativa de evitar o gol de empate e a bola acabou entrando mansamente: 1 a 1.
Segundo tempo
O segundo tempo começou com a Ponte mostrando uma postura completamente diferente. Mais ousada e criativa, reduziu os espaços do adversário e não tomou mais nenhum susto. A virada aconteceu aos 24′. Biro Biro, que só não fez chover no Majestoso, começou grande jogada pelo meio. Deixou Felipe Azevedo de cara com o goleiro para marcar e fazer 2 a 1. Seu único trabalho foi tirar do alcance do goleiro e jogar a bola no fundo do gol.
Na saída do gramado, Biro Biro comemorou bastante o resultado. “Nosso objetivo é esse mesmo (vencer) porque nosso grupo é qualificado e vem trabalhando forte. As coisas estão a nosso favor e sta vitória foi importante. Continuamos na parte de cima da tabela, bem perto dos líderes” , comentou.
FICHA TÉCNICA
PONTE PRETA 2
Marcelo Lomba; Rodinei, Tiago Alves (Renato Chaves, int), Pablo e Gilson; Vitor Xavier, Fernando Bob e Renato Cajá; Felipe Azevedo (Roni, 36’/2º), Diego Oliveira e Biro Biro (Paulinho, 42’/2º).
Técnico: Guto Ferreira.

ATLÉTICO-PR 1
Santos; Eduardo (Felipe, 41’/2º), Gustavo, Ricardo Silva e Natanael; Otávio, Hernani (Cléo, 29’/2º) e Ytalo (Edigar Junio, 11’/2º); Marcos Guilherme, Nikão e Walter.
Técnico: Milton Mendes.

Gols: Nikão aos 27′ e Renato Cajá aos 29′ do primeiro tempo. Felipe Azevedo aos 24′ do segundo.
Público: 4.858 pagantes.
Renda: R$ 81.980,00.
Local: Estádio Moisés Lucarelli.
Juiz: Francisco Carlos do Nascimento (AL).
Cartões amarelos: Hernani e Marcos Guilherme (APR); Tiago Alves (PON).
Fonte: RAC/Correio Popular

About The Author

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *